Casa da ONU – PNUD – recebe Certificação Lixo Zero 90% de desvio de aterro

A Casa da ONU, local que abriga as operações do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), alcançou um marco notável ao conquistar a certificação de “Lixo Zero”. Este feito é testemunho do compromisso incansável da Casa da ONU com a sustentabilidade ambiental e a responsabilidade corporativa. 

Através de esforços dedicados, a Casa da ONU conseguiu atingir uma taxa de desvio de aterro de 90%, demonstrando uma abordagem eficaz na gestão de resíduos e no cumprimento de seus objetivos ambientais.

Essa realização não apenas destaca a importância de práticas conscientes dentro das organizações, mas também serve como um exemplo inspirador para outros empreendimentos que buscam minimizar seu impacto no meio ambiente e contribuir para um futuro mais sustentável.

Processo de Certificação:

Foi estabelecido um sistema de gerenciamento de resíduos composto por três  recipientes distintos, um destinado a resíduos recicláveis e outro para resíduos não recicláveis. Os resíduos gerados e dispostos nas áreas comuns, corredores e copas foram posicionados estrategicamente para promover a eficaz gestão dos resíduos no local. Nos espaços onde ocorre a geração de resíduos orgânicos, encontram-se recipientes específicos com essa finalidade, localizados na Copa e no Refeitório. 

Na zona externa, está disponível um kit de coleta seletiva destinado a coletar resíduos provenientes dos indivíduos que circulam nas imediações. Todos os recipientes contam com sinalização apropriada, indicando o tipo de resíduo a ser depositado, e utilizam sacos plásticos conformes à coleta seletiva, com sacos azuis para os recicláveis e sacos pretos para os não recicláveis.

Desde 2022, a empresa Sou Ambiental em conjunto com o Gestor de Contrato do PNUD contabiliza as quantitativas dos resíduos, colocando-as em planilha referente aos indicadores de resíduos, adquiridas a partir da pesagem dos resíduos recicláveis, orgânicos e indiferenciados.

Os resíduos são separados em frações: recicláveis, não recicláveis e orgânicos.

A separação é realizada, primeiramente, pela conscientização das pessoas quanto ao descarte correto nos residuários dispostos nos ambientes através de sinalização e informativos. Após a segregação pelo descarte, como há diferenciação do tipo de resíduos pela cor do saco plástico, os resíduos são armazenados temporariamente conforme tipologia.

A Casa da ONU implementou o projeto “Greening the Blue BR”, que promoveu uma nova identidade visual para o local, propiciando melhorias na propagação das informações e orientações sobre a gestão dos resíduos. As sinalizações foram padronizadas e foram implantados cartazes com informações relacionadas à educação ambiental, além de apresentar nos meios de comunicação as práticas sustentáveis implantadas na Casa da ONU.

  • O processo de implementação da nova identidade visual da Casa da ONU houve a contratação de Empresa de comunicação para apoiar na criação de layouts, a fim de criar uma nova cultura interna de utilização e reuso dos recursos e sensibilizar em práticas as estratégias adotadas.
  • O início foi a interação dos funcionários, que puderam escolher o nome e cor da nova mascote do projeto de sustentabilidade que engloba resíduos, água, energia e consumo consciente, o qual é responsável por propagar informações com cunho ambiental.

Além da circulação de informativos pelos meios de comunicação da Casa da ONU, há, em todos os residuários, sinalização informativa de como segregar os resíduos. Há também nos banheiros, orientações e informações em relação ao descarte do papel hidrossolúvel, que deve ser descartado diretamente nos vasos sanitários.

s resíduos descartáveis, como: copos plásticos, colheres plásticas e garrafas plásticas, foram substituídos por copos de vidro, colheres metálicas e garrafas de vidro ou garrafa pessoal, respectivamente. Houve investimento da Casa da ONU na implementação de máquina de lavar louças para auxiliar na lavagem dos novos utensílios utilizados que minimiza o consumo de água.

A compostagem é realizada in loco inspirada pelo Método Lages de  Compostagem (MLC), desenvolvida pelo doutor em ciências do solo e engenheiro agrônomo Germano Güttler na Udesc (Universidade do Estado de Santa Catarina), e consiste em ser realizado diretamente no local que possui dois locais para receber os resíduo orgânicos (nitrogênio) da Casa da ONU são colocados direto no solo e na parte superior utilizar as folhas e materiais vegetais do jardim (carbono) para serem cobertos e a equipe “fura” com vergalhão para possibilitar a entrada do ar. Após alguns dias é perceptível o processo de decomposição da matéria orgânica e hortaliças estão sendo cultivadas no local. A exemplo de abóbora que está sendo colhida pelos funcionários da Casa da ONU.

Os recicláveis são destinados para a Associação dos Catadores e Recicladores de Resíduos Sólidos de Brazlândia (ACOBRAZ), possibilitando que os resíduos tenham destinação adequada e, então, emitidos os Manifestos de Transporte de Resíduos.

A Casa da ONU possui a sede do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) e tem sido a principal autoridade global que determina a agenda ambiental, promove a implementação coerente da dimensão ambiental do desenvolvimento sustentável no Sistema das Nações Unidas e serve como autoridade defensora do meio ambiente no mundo com diversas pautas.

Ricardo Iglesias  colaborador deixa seu depoimento sobre como foi o processo de certificação: 

“A Casa da ONU Brasil abriga nove entidades das Nações Unidas (FIDA, Escritório de Coordenação, PNUD, PNUMA, ONU Mulheres, UNAIDS, UNDSS, UNFPA e UNV), sendo o PNUD o gestor do complexo. Assim, a implementação da metodologia possibilitou uma mudança sistemática e coerente com os princípios do Sistema ONU. Para o PNUD, a estratégia vai além da mudança estrutural, mas também na promoção de uma cultura “verde” em que coloca as pessoas e suas ações no centro, trazendo resultados mais sustentáveis também a longo prazo.”

 “Considerando seu papel como gestor da Casa da ONU e membro do Sistema ONU, o PNUD considerou necessário promover a agenda ambiental de forma sistemática também na gestão do local de trabalho. Assim, as mudanças permitiram impacto positivo em áreas como emissões de gases de efeito estufa (GEE), poluição do ar, água, resíduos e biodiversidade do complexo da Casa da ONU.”

 A conquista da certificação “Lixo Zero” pela Casa da ONU – PNUD, com um desvio de aterro de 90%, ressalta não apenas a dedicação contínua à sustentabilidade, mas também os resultados tangíveis que podem ser alcançados por meio de práticas responsáveis de gerenciamento de resíduos. 

Essa realização reforça a importância do comprometimento ambiental em ambientes corporativos, evidenciando como as ações conscientes podem gerar impactos significativos. 

Convidamos a sua empresa, evento ou estabelecimento a embarcarem nessa jornada de responsabilidade ambiental conosco. 

Nossa equipe está à disposição para compartilhar experiências, insights e orientações para ajudá-los a traçar um caminho rumo à sustentabilidade e ao sucesso. 

Juntos, podemos criar um impacto positivo duradouro no meio ambiente e na sociedade como um todo. 

Contatem-nos para iniciar essa transformação em prol de um futuro mais verde e consciente.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

BLOG_3 (1)

A Special Dog Company, renomada indústria de alimentos para pets, estabeleceu um marco significativo ao...

BLOG_1

A implementação efetiva de práticas sustentáveis é essencial para empresas comprometidas com a redução significativa...

BLOG_1

A conscientização sobre sustentabilidade tem crescido significativamente entre os industriais.  O setor enfrenta questionamentos relacionados...

BLOG_2

  Certificação atesta que todas as unidades da Volkswagen do Brasil são Lixo Zero, destinando corretamente...

13NOV_Noticia

Colégio Agostiniano Mendel recebe  Selo Rumo ao Lixo Zero com índice 52,7% de desvio de...

01NOV_Certificadas_01

Um marco significativo para a sustentabilidade corporativa e a responsabilidade ambiental, a Certificação Lixo Zero...

30OUT_Noticia

Britvic demonstra comprometimento ambiental conquistando a Certificação Lixo Zero em duas de suas unidades fabris...

Evento_Lixo_Zero

EVENTOS SUSTENTÁVEIS   Reuniões, conferências e outros eventos são uma prática empresarial padrão que podem...

plugins premium WordPress