Timbó Park Hotel recebe Certificação Lixo Zero

O Timbó Park Hotel é um empreendimento que atua no ramo de hotelaria,restaurante, organização de eventos e serviço de reserva/turismo desde 2015. O hotel fica localizado no Médio Vale do Itajaí, também conhecido como Vale Europeu. O local busca priorizar uma experiência única ofertando uma estrutura aconchegante e próxima a natureza e possui uma gestão de sustentabilidade e meio ambiente simplificada.

A consultoria foi feita por meio da Euro Ambiental, que viabiliza negócios sustentáveis como fornecedor de estudos e soluções ambientais.

Para alcançar a Certificação Lixo Zero, o empreendimento buscou realizar certas melhorias, tais como: 

  • Sacos plásticos de lixo foram removidos das lixeiras internas utilizadas para os recicláveis, evitando o descarte demasiado deste material;
  • Sacos plásticos de lixo também passaram a ser reutilizados, quando passíveis de reutilização (não contaminados);
  • Foi realizada a criação de um local para reutilização do verso do papel como rascunho;
  • Aquisição de três composteiras para a disposição final dos resíduos orgânicos;
  • Os colaboradores e hóspedes fazem uso de copos e xícaras permanentes, evitando a geração de copos descartáveis.

Além de terem reduzido a geração de resíduos em geral, o hotel também teve significativas melhorias na gestão destes resíduos, como por exemplo, identificando as lixeiras internas e reorganizando as centrais de resíduos. Outras melhorias estão pontuadas abaixo: 

  • Para a área interna foram alterados os residuários disponíveis para os hóspedes.
  • Para a área externa realizou-se a implantação “mini centrais” de resíduos, estimulando os hóspedes a realizarem o descarte adequado dos resíduos.

Na área externa ocorreu a reorganização e identificação das centrais de resíduos como um todo, conforme pode ser observado a seguir:

– Central de Resíduos 1: 

Utilizada para armazenamento de resíduos recicláveis (papel, papelão e plástico) e lâmpadas queimadas, visto que se trata de uma área coberta e com piso;

– Central de Resíduos 2: 

Utilizada para armazenamento temporário dos resíduos comuns (papel higiênico e guardanapos sujos) e posterior coleta da Prefeitura municipal.

– Central de Resíduos 3: 

Responsável pelo recebimento de resíduos orgânicos descartados pelos colaboradores no processo de preparação de alimentos.

As análises gravimétricas foram realizadas em fevereiro e abril de 2021 para obter as informações necessárias para elaboração do diagnóstico situacional, bem como o plano de ação. Com relação ao período de fevereiro e abril, pode-se observar o resultado desta análise desta forma:  Resíduos Comuns/Orgânicos contabilizam 27,40% do total entre 08/2/21 e 12/2/21 e a mesma porcentagem (27,40%) entre 02/4/21 a 06/4/21. Estes resíduos foram destinados para o Aterro local. Resíduos Recicláveis contabilizam 19,66 % do total entre 08/2/21 e 12/2/21 e subiu para 46,19% entre 02/4/21 a 06/4/21. Estes resíduos foram destinados para reciclagem.

Os resíduos sólidos gerados após as melhorias implementadas foram quantificados através das informações geradas através do sistema de Manifesto de Transporte de Resíduos e abaixo estão os resultados em KG da pesagem destes resíduos dentro de duas semanas: Papel e papelão contabilizam 52,26 kg, sendo destinados ao Aterro Sanitário. Plásticos contabilizam 45,88 kg, sendo destinados ao Aterro Sanitário e reciclagem. Sucatas metálicas contabilizam 4,85 kg, sendo destinadas à reciclagem. Vidros contabilizam 101,11 kg, sendo destinados à reciclagem. Orgânicos da cozinha contabilizam 256,67 kg, sendo destinados ao aterro sanitário.Papel higiênico e guardanapo sujos contabilizam 51,35 kg, sendo destinados ao aterro sanitário.

Lâmpadas, pilhas e baterias são gerados esporadicamente. Na quantificação que gerou os dados da tabela, não houve geração desses resíduos, pois são gerados no decorrer do ano e são destinados à logística reversa. Foi observado que a empresa utiliza de diferentes tecnologias alternativas ao aterro, sendo elas: reciclagem, compostagem e logística reversa. 

Estatisticamente, 90% dos resíduos são enviados para tecnologias alternativas. Esta marca alcançada, proporciona a empresa a capacidade de receber a Certificação Lixo Zero pelo Instituto Lixo Zero Brasil – ILZB.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Posts Relacionados

proteínas_y_oleicos_blog

A Certificação Lixo Zero vem se expandindo constantemente e em 2024 nós chegamos no México!...

BLOG_3 (1)

A Special Dog Company, renomada indústria de alimentos para pets, estabeleceu um marco significativo ao...

BLOG_1

A implementação efetiva de práticas sustentáveis é essencial para empresas comprometidas com a redução significativa...

BLOG_1

A conscientização sobre sustentabilidade tem crescido significativamente entre os industriais. O setor enfrenta questionamentos relacionados...

BLOG_2

Certificação atesta que todas as unidades da Volkswagen do Brasil são Lixo Zero, destinando...

13NOV_Noticia

Colégio Agostiniano Mendel recebe Selo Rumo ao Lixo Zero com índice 52,7% de desvio de...

01NOV_Certificadas_01

Um marco significativo para a sustentabilidade corporativa e a responsabilidade ambiental, a Certificação Lixo Zero...

30OUT_Noticia

Britvic demonstra comprometimento ambiental conquistando a Certificação Lixo Zero em duas de suas unidades fabris...

plugins premium WordPress

Navegue no Anuário da Certificação Lixo Zero e conheça as organizações que tiveram sua gestão de resíduos auditadas.